(19) 3212-3068
Av. Dr. Abelardo Pompeu do Amaral, 637 - Vila Industrial – Campinas SP
Please assign a menu to the primary menu location under Menus.

Blog

Emplacamento por conta própria: veja como funciona

Post_8

Você sabia que é possível fazer o emplacamento por conta própria e economizar mais de R$ 520,00 com despachantes? Confira detalhes aqui!

Se fizer o processo por conta própria, o consumidor pagará R$ 261,41 (taxa do primeiro registro) mais R$ 117,91 pelo par de placas com tarjeta. No total, o gasto será de R$ 379,32. Em despachantes da capital, o preço do serviço varia de R$ 580 a R$ 900 (incluindo as taxas). O primeiro registro deve ser feito em até 30 dias a partir da data da emissão da nota fiscal do veículo pela concessionária.

O procedimento é simples e bem explicado no site do Detran www.detran.sp.gov.br. A primeira providência é ir a uma unidade do Detran para obter (ou escolher, se for o caso) o número das placas e saber o valor do IPVA e do seguro obrigatório. Para atendimento nos postos do Detran no Poupatempo, é preciso fazer o agendamento prévio no site http://www.agendasp.sp.gov.br/pages/public/prehome.jsf.

Após a emissão do formulário Renavam preenchido, assim como as guias com os valores do IPVA e do DPVAT, o interessado deve pagar as taxas, imposto e seguro em um dos cinco bancos autorizados.

Feito isso, basta comparecer, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, a uma das seguintes unidades de trânsito na capital. Não se esqueça de anexar também as cópias dos comprovantes de pagamento das taxas. A parte burocrática termina aqui.

No posto de atendimento o interessado receberá um protocolo com a data em que deverá voltar para emplacar o carro.

Serviço Papelada

Os papéis necessários para licenciar o veículo zero-km por conta própria são:

  • Documento de identificação pessoal, como RG (original e cópia simples) CPF (original e cópia simples)
  • Comprovante de endereço com data de até 3 meses anteriores (original e cópia)
  • Decalque do número do chassi
  • Nota fiscal do veículo (cópia simples).

Pode ser a primeira via emitida pela concessionária ou via eletrônica impressa, com decalque legível do chassi. Formulário Renavam (duas vias originais preenchidas). Esse documento será preenchido e entregue por funcionário do Detran-SP nos postos de atendimento Armênia, Aricanduva, Interlagos e Guarulhos, por exemplo.

Escolha das placas

O morador de São Paulo já pode escolher a combinação alfanumérica das placas do carro novo. O interessado deve pagar uma taxa de R$ 91,19, além do custo do emplacamento “normal”, que varia de acordo com o tipo de veículo. É possível escolher apenas as letras, apenas os números ou a combinação completa. A escolha deverá contemplar as opções disponíveis para o Estado, desde que não tenham sido utilizadas em outro veículo. Quem não quiser indicar números e letras personalizados pode continuar escolhendo entre 20 combinações alfanuméricas aleatórias fornecidas pelo sistema do Detran-SP sem custo extra. Após iniciar o procedimento “normal” do primeiro registro não será possível voltar atrás para escolher a combinação personalizada.

Para os veículos já emplacados, não é possível solicitar a troca, que são a identificação do veículo e deverão acompanhá-lo até a baixa definitiva. Taxas – valores e formas de pagamento A taxa referente ao primeiro registro do veículo no Estado de São Paulo é de R$ 261,41 e o código de recolhimento, que deve ser feito por meio do CPF do interessado, é 400-5. O pagamento deverá ser feito em uma agência do Banco do Brasil, Santander, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Itaú/Unibanco, Mercantil do Brasil (BMB) ou HSBC. A taxa referente à lacração varia de acordo com o tipo de veículo.

Gostou? Aproveite e contrate um seguro automotivo para o seu carro na Caviolla Seguros. Contrate aqui

Share with friends   

Written by

The author did not add any Information to his profile yet

Comments 0

Deixe uma resposta